O Curso de Gestão e Prática de Obras de Conservação e Restauro do Patrimônio Cultural - Gestão de Restauro, é um curso de pós-graduação lato sensu, em nível de capacitação e treinamento, semipresencial, de profissionais para a manutenção, conservação e restauro do patrimônio construído. É o resultado da experiência de dezesseis edições desenvolvidas pelo CECI, juntamente com o Departamento de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Pernambuco - UFPE. O Curso é realizado por meio da tecnologia de EAD (Ensino à Distância), através de aulas virtuais, assim como de aulas presenciais em módulos específicos, de visitas técnicas e viagem de estudos.

O curso visa a capacitação de profissionais para as boas práticas das gestões da manutenção, conservação e do restauro a partir de obras e serviços em edificações de valor cultural. Visa também a capacitação em habilidades de gerenciamento e acautelamento de riscos, assim como de salvamento de bens culturais em situações de crises – primeiros socorros. Sua meta é formar um quadro técnico capaz de realizar ações de gestão, gerenciamento, execução, fiscalização de obras, serviços, acautelamentos e salvamentos.

O curso Gestão de Restauro busca dotar o mercado de profissionais com excelência de informações quanto às boas práticas da conservação, às técnicas tradicionais de construção e aos procedimentos práticos de direção, execução e fiscalização de obras e serviços de manutenção, conservação e restauro, assim como de acautelamentos e salvamentos de bens culturais.

Desde a sua primeira edição no ano de 2003, o curso resgatou um procedimento de transmissão de conhecimentos semelhante ao que se produzia no passado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN. O contato direto com profissionais de larga experiência em canteiro de obras e com os mestres de ofício e artífices assegurava o processo de transmissão de conhecimento aos mais jovens e inexperientes. Esse tipo de formação ainda é eficaz, pois o saber-fazer é forjado pelo exercício com instrutores e práticos experientes e com a assistência teórica de acadêmicos. Didaticamente, isso assegura a rápida maturação das capacidades de aprendizado pela interação entre aluno, mestres e instrutores.