Here's how to find our shop.

By car

Drive along Main Street to the intersection with First Avenue. Look for our sign.

By foot

From the center of town, walk north on Main Street until you see our sign.

By bus

Take the #73 Bus to the last stop. We are on the north east corner.

Bem vindo às Técnicas Tradicionais da Construção

O que são técnicas construtivas tradicionais?

Inicialmente, deve-se saber o significado da palavra tradição. Basicamente, esta palavra é empregada para designar a transmissão de costumes e práticas, pela via oral de lendas ou narrativas ou por hábitos de valores que são passados de uma geração em geração.

O termo técnica construtiva corresponde aos procedimentos da arte de construir, edificar, fabricar... Refere-se aos processos racionais e procedimentos práticos da utilização dos materiais naturais, manufaturados e industrializados para satisfazer as necessidades humanas.

No âmbito do patrimônio cultural, as técnicas construtivas tradicionais luso-brasileiras são os processos e procedimentos de utilização dos materiais de construção, transmitidos pelo costume e práticas quer pela via oral, narrativas ou por hábitos, passados de geração em geração. A denominação luso-brasileira remete ao período histórico colonial e imperial do Brasil - 1534/1889.

Subcategorias

A palavra cantaria, no âmbito da arquitetura, tem sua etimologia originada do latim “canthus” com o significado de “aresta”. Há autores que remete o significado à época pré-romana quando designava "pedra grande", ou pedra aparelhada para formar o ângulo de uma construção.

Daí sua ampla utilização nos cunhais ou esquinas das edificações, arrematando o encontro de dois panos de paredes. Seja como for, cantaria refere-se às pedras “aparelhadas”, “lavradas” e “esquadrejadas” segundo as técnicas da estereotomia. A estereotomia refere-se ao estudo minucioso das formas das pedras, através da análise das possibilidades de corte e entalhe pela geometria da peça. Nesse estudo, é muito importante que o mestre tenha um bom conhecimento sobre desenho de perspectiva isonométrica.

Canteiro ou cantel é o oficial que corta, desbasta e aparelha as pedras para a construção que irão constituir a cantaria. O étimo de cantel pode ter origem numa corruptela do espanhol “el canto”, que também corresponde à pedra de canto. O termo cantel é utilizado apenas nos estados de Alagoas, Pernambuco e Paraíba, cuja presença do técnico José Ferrão Castelo Branco, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – 5aSR/IPHAN, influenciou seu emprego.